The best damn thing

Em meados de 2002, quando Avril Lavigne surgiu nas paradas musicais cantando suas complicações (com perdão do trocadilho), no auge dos seus 17 anos, ela não era bem o que se definia por feminina. Ela que vivia alfinetando outras cantoras teen por suas roupas insinuantes e postura sexy, não precisava de nada além de uma mochila ou uma calça cargo cheia de bolsos pra guardar seus pertences. Hoje em dia Avril evoluiu, mesmo perto dos 30 anos ela continua sendo a musa pop rock punk teen, mas agora ostenta bolsas Hermès, um modelo Kelly verde combinando com a fase Goodbye Lullaby na qual se encontra (mesmo finalmente tendo se livrado da mecha verde asquerosa) e duas clássicas Birkin, preta e café claro.  Evolução é parte da vida, e a Avril evoluiu bem, inclusive com o namorado.

– Ana.

Uma resposta para “The best damn thing

  1. Pelo menos evoluiu né, que agora pense bem antes de criticar alguém! Por mim ela flopava sempre :*

Compartilhe sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s