Essas crianças…

Ontem, voltado pra casa, vi um menino de uns 5/6 anos acompanhado pela mãe, impaciente, pois seu filho não parava quieto. O menino corria e pulava na calçada imitando estar com uma arma na mão e gritava: “Passa a grana, passa a grana!” como um trombadinha. Minha reação: “Esse aí tá aprendendo cedo a ser bandido”. Imagino que ele tenha visto Tropa de Elite 2, mesmo não tendo classificação livre, camelôs estão aí pra isso né?! Não precisa ir ao cinema.

E pensando nisso lembrei da minha infância e bateu a nostalgia. Penso em como era feliz, e como as crianças ano 2000 não vão ter a oportunidade de sentir a mesma coisa. Com certeza os nascidos nas décadas de 80 e 90 tiveram a melhor infância. Brincar de esconde-esconde, pular amarelinha, montar quebra-cabeças, jogar stop, assistir Cavalo de Fogo, Ursinhos Carinhosos, He-Man (que aqui tem a mesma voz do MacGyver, que eu também adorava e era mais esperto que o James Bond), She-ra (eu gostava  mais por causa do bichinho que aparecia no final e perguntava se tínhamos achado ele escondido durante o episódio, porque a história em si prefiro o irmão dela – He-Man para os desavisados e/ou esquecidos), tinha também os programas nacionais claro, a Vovó Mafalda (que eu não acreditava quando me diziam que era um homem), o Bozo, os Trapalhões (meu sonho era ter uma àrvore de batata-frita que nem o Didi). As crianças de hoje só sabem o que é vídeo-game, ou jogos de computador/celular, só conhecem desenhos e filmes em 3D (A Era do Gelo, Madagascar, Ben 10,…).  Não vou dizer que não gosto de animações 3D, eu gosto de Shrek. Mas se tiver que escolher eu prefiro Anastasia, O Rei Leão, A Bela e A Fera… Depois os pais culpam à mídia pelo que os filhos veem, fácil se esquivar da culpa né? Se dissermos que é culpa dos pais eles vão dizer que são ocupados demais pra controlar esse tipo de coisa e que preferem isso à ter o filho exposto à violência das ruas.

Isso me faz pensar que quando eu tiver um filho quero manter ele trancado em um quarto com brinquedos educativos, livros e programas de qualidade até fazer 10 anos. Óbvio que eu não posso, mas que dá vontade, ah dá. Imagina a vergonha que a mãe não passou ontem enquanto todo mundo olhava pra ela e pro filho que não a ouvia dizer em vão: “Para quieto guri!”

– Ana.

Uma resposta para “Essas crianças…

  1. Adorei o post Aninha!
    Concordo totalmente, as crianças de hoje não aproveitam a infância como nós aproveitamos (me sinto um velho falando isso, mas ok).

Compartilhe sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s